ECONOMIA

Cidades da região poderão receber R$ 220 milhões para combate ao coronavírus




Cidade de Osasco poderá receber R$ 78 milhões - Secom

Com a aprovação pelo Senado no último sábado (2) do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus (PLP39/20), que prestará auxílio financeiro a estados e municípios o valor aos da região poderá chegar a mais de R$ 220 milhões, conforme estimativa da Confederação Nacional de Municípios. O programa vai direcionar R$ 60 bilhões em quatro parcelas mensais, sendo R$ 10 bilhões exclusivamente para ações de saúde e assistência social (R$ 7 bi para os estados e R$ 3 bi para os municípios) e R$ 50 bilhões para uso livre (R$ 30 bi para os estados e R$ 20 bi para os municípios).

Para distribuição, os senadores definiram critérios diferentes para cada recurso. Enquanto os R$ 3 bilhões serão divididos entre os Municípios apenas segundo o tamanho da população, os R$ 20 bilhões passarão por distribuição mais específica. Primeiro, divide-se a quantia entre os Estados considerando arrecadação do ICMS, população, cota no Fundo de Participação dos Estados (FPE) e contrapartida paga pela União por isenções fiscais de exportação. Depois, o montante é distribuído entre os Municípios de cada Estado por critério populacional.

Estimativa da CNM
  • Barueri:  R$ 30.667,530,77
  • Cajamar: R$  8.590,268,62
  • Carapicuíba: R$ 44.844,085,71
  • Itapevi: R$ 26.586,982,60
  • Jandira: R$ 13.974,328,33
  • Osasco: R$ 78.118,751,42
  • Pirapora: R$ 2.113,424,64
  • Santana de Parnaíba: R$ 15.597,286,34





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ECONOMIA  |  24/11/2020 - 15h





ECONOMIA  |  21/11/2020 - 10h







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb