CENÁRIO URBANO

Por mais respeito: Barueri celebra a semana do Orgulho LGBTQIA+ com programação especial


Foto:(Marina Feliciano/Sec.Mulher)

Em 28 de junho de 1969 os frequentadores de um bar gay em Nova Iorque resolveram dar um basta na violência que viviam por anos. Esse momento foi considerado o primeiro levante contra o preconceito, dando origem ao dia oficial do movimento LGBTQIA+.

Celebrado sempre no dia 28 de junho, a data também será marcada em Barueri por meio da Secretaria da Mulher com uma programação especial que vai do dia 27 de junho a 1º de julho.

Semana da diversidade

Como o tema "Tenha Orgulho de Quem Você É", a chamada Semana da Diversidade contará com ações de forma on-line pelas redes sociais da Secretaria da Mulher e presencial.
 
"O objetivo é dar cada vez mais visibilidade na urgência de combater o preconceito e trazer informações sobre os direitos do público LGBTQI", ressalta a secretária da Mulher, Giani Cristina de Souza.

Programação

A programação começa na segunda-feira (dia 27) com roda de conversa sobre "Respeito não é questão de opinião", às 9h, na Secretaria da Mulher (rua Sebastião Davino dos Reis, 756 - Vila Porto).

Já no dia do Orgulho LGBTQIA+ celebrado na terça-feira (28 de junho) em parceria com a Secretaria de Saúde, vai rolar o "Pedágio do Orgulho LGBTQIAP" das 11h às 13h no Terminal Rodoviário de Barueri (Centro) com a equipe do IST/Aids entregando materiais informativos no combate a doenças sexualmente transmissíveis.

Ainda no dia 28, às 15h, terá o "Encontro sobre Diversidade Sexual" na sede da Ong Grupo Vida, que fica na avenida Itaqui, 325 - Jd. Belval. E no dia 29, esse encontro se repete às 9h no mesmo endereço.

A programação se encerra no dia 1º de julho com o "Encontro sobre Diversidade Sexual" no CEPAC, localizado na rua Martim Afonso de Souza, 72 - Parque Imperial.
 
Lives

Pelas redes sociais você pode acompanhar um bate papo sobre Empreendedorismo Inclusivo com a empresária Silvana Barreto, que confecciona lingerie para mulheres trans às 15h.

No dia 30 de junho, às 11h, a conversa virtual será sobre "Crimes de LGBTfobia e aplicação da Lei Maria da Penha em Relacionamentos Homoafetivos com a advogada Valéria Nagy.

Rede Mulher

A Coordenadoria Rede Mulher, lotada na Secretaria da Mulher, realiza atendimento multidisciplinar para a população LGBTQIAP+ com assistente social e psicólogo para acolher, orientar, acompanhar e, quando necessário, encaminhar para a rede de atendimento municipal, assim como orientar sobre a garantia de direitos sobre uso do nome social; retificação de Registro Civil; processo Transexualizador; prevenção às ISTs; violações de Direitos e de Crimes de LGBTQIAP+fobia.

Para mais informações, entre em contato por e-mail secmulher.redemulher@barueri.sp.gov.br ou pelo telefone (11) 4706 - 4046 (ramal 282).





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



CENÁRIO URBANO  |   14/08/2022 08h29





CENÁRIO URBANO  |   13/08/2022 10h43


CENÁRIO URBANO  |   12/08/2022 15h45







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb