CULTURA

Festival de Curtas-Metragens divulga lista de premiados e faz nova exibição nesta quarta (18)


Da esquerda para a direita, na fileira de trás: Wellington Pinson, Guilherme Sai, Marco Antonio Freitas e João Carlos De Luca. Na frente, Alexandre Ingrevallo, Camila Brandão e Lucas Moreira da Silva (que projetou o modelo dos troféus) - Imagem: Secom Jundiaí

"Black Tie", trabalho de ficção do jundiaiense Guilherme Augusto Sai, foi o grande vencedor do 3º Festival de Curtas-Metragens, iniciativa da Unidade de Gestão de Cultura (UGC), em parceria com o Câmara Setorial do Audiovisual e Cultura Digital do Conselho Municipal de Política Cultural. Retratando a história de uma pessoa em situação de rua entre a sanidade e a loucura, que caminha sozinho pela noite buscando qualquer coisa que faça com que ele se sinta vivo, o trabalho foi premiado com R$ 6 mil, na sessão de exibições da Mostra Competitiva na noite desse domingo (15), na Biblioteca Municipal Professor Nelson Foot.

CONFIRA A LISTA DE PREMIADOS

Concorreram pela Mostra Competitiva 24 obras, nas categorias Documentário, Experimental e Ficção. Também foram premiados: no 2º lugar, com R$ 5 mil, "Doc Perfil", de Camila Brandão; em 3º, com R$ 4 mil, "Nervo", de Pedro Jorge; com o Prêmio Curta Jundiaí, voltado para produtores jundiaienses, com outros R$ 4 mil, "Quatro bilhões de infinitos", de Marco Antonio Freitas Junior; e com o troféu de menção honsora pela juria "Aperto", de Alexandre Estevanato.

Os trabalhos premiados serão reapresentados ao público, gratuitamente, em sessão nesta quarta-feira (18), a partir das 19h30, no Centro Comunitário da Vila Hortolândia, localizado na rua Profa. Geralda Berthola Facca, 385, que já recebeu outras atrações do festival

Esta edição do Festival contou com 129 inscrições, de proponentes de 40 municípios de nove diferentes Estados brasileiros. Para o diretor de Cultura da UGC, João Carlos De Luca, esta edição cumpriu o seu papel de fomentar e divulgar esse segmento cultural, inclusive pelo País. "De 2018, ano da segunda edição, até a deste ano, recebemos o triplo de inscrições, inclusive com obras de produtores consolidados no cenário de curtas, o que demonstra interesse e a seriedade do festival."

João destacou também a parceria com o CMPC. "Foi fundamental para a escolha dos profissionais tanto para os workshops, quanto para a comissão de avaliação técnica. Estamos vivenciando um grande momento na cidade no segmento de curtas, prova disso é que os dois primeiros lugares na premiação e a menção honrosa ficaram para artistas da nossa cidade. O terreno é fértil, a semente foi plantada e daqui para frente é continuar cuidando, para colher bons frutos", finalizou.

Mais Festival

Além da Mostra Competitiva, com sessões de exibição gratuita na Biblioteca, o Festival contou ainda com exibições gratuitas nas redes sociais da Cultura pela Mostra Paralela e workshops gratuitos de profissionais renomados.

Pela Mostra Paralela, o Festival trouxe seis trabalhos inscritos e que podem ser vistos nos canais da Cultura no Facebook e YouTube.

Já pelos Workshops, foram propostos como temas para as atividades cinema para iniciantes, produção cinematográfica e o mercado de trabalho e percepção sonora e trilhas, com Alexandre Tondella, Eduardo Hentschel e Lígia Ballas.

A comissão de avaliação técnica do Festival foi composta por Alexandre Ingrevallo, Vitor Carvalho e Wellington Pinson
 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



CULTURA  |   01/07/2022 15h55





CULTURA  |   29/05/2022 19h12







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb