CULTURA

Por dentro da Comic Con 2017



Por Leandro Daher Diferente de anos atrás, hoje ser chamado de nerd, é sinônimo de possuir uma avantajado conhecimento, além de estar na moda e principalmente  consumir em um imenso e dedicado mercado pensado somente para esse nicho. O mercado da cultura pop é o nicho que mais cresceu nos últimos anos, e a CCXP, uma feira destinada a esse público que aconteceu em São Paulo, entre os dias 07 e 10 de dezembro, não esconde isso. O Jornal o Anhanguera visitou a Comic Con Experience (CCXP) 2017, em um dia somente para convidados e aqueles privilegiados que adquiriram pacotes que custavam perto de R$ 7.000,00. O convite foi feito, pelo Daniel Altavista, proprietário da loja e franquia Studio Geek que vende roupas, canecas, bonés e tudo mais idealizado para este universo. A Studio Geek, é hoje uma das principais no seu ramo, e seus produtos são desejos de muitos que ali estavam. Daniel, por exemplo, investiu R$ 500 mil reais para montar a primeira loja nesse setor e não se arrepende. Para entrar nesse mercado, é necessário que o empresário conheça o universo nerd. Além de ter todos os licenciamentos para comercializar as imagens e estar afinado com o que o público deseja. ?A gente está trabalhando e empreendendo nesse ramo justamente por causa dos nossos gostos pessoais para ter um negócio que faltava no mercado, que a gente procurava, gostava e não tinha?, conta Daniel.   Além das lojas, a feira contou com estandes dos principais estúdios de cinema, que divulgam lançamentos e trazem muita informação sobre seus filmes e séries.  Os estandes são um espetáculo a parte, muitos visitantes chegam a ficar mais de três horas nas filas,  para interagirem com as atrações ou apenas tirar uma foto do lado de roupas, uniformes ou personagens das suas produções preferidas. Mas não é apenas de cinema e seriados que a CCXP é composta, um espaço muito procurado pelos fãs de quadrinhos e arte é a Artists? Alley, centenas de artistas lançam e vendem suas HQs durante os quatro dias. Nomes consagrados do mundo dos quadrinhos já marcaram presença na CCXP, entre eles podemos citar o americano Frank Miller (autor de Batman: O cavaleiro das Trevas), o escocês Frank Quitely (de HQs como Novos X-Men e Batman & Robin) e o americano Arthur Adams (co-criador de histórias com ícones como Batman, Superman, Homem-Aranha, X-Men, Hulk e Godzilla). ?Antes restritos aos quartos dos amigos e bancas de gibis, hoje nós nerds dominamos! As histórias em quadrinhos, videogames e ?bonequinhos? que gostamos desde sempre e nos rendiam preconceito hoje estão na moda. Nerds como Steve Jobs, Bill Gates, Steven Spielberg e Mark Zuckerberg servem de inspiração para milhões de pessoas?, diz Marcelo Forlani, diretor de marketing do Omelete, grupo que promove anualmente no Brasil a Comic Con Experience.  




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb