POLÍTICA

Furlan não está mais inelegível.




Reprodução.

Uma decisão proferida agora a noite muda o cenário político da cidade de Barueri.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) acatou pedido da defesa do prefeito de Barueri, Rubens Furlan, nesta segunda-feira (16), e concedeu efeito suspensivo à decisão do próprio órgão, de fevereiro deste ano, que tornava o gestor inelegível por oito anos. Com a decisão, Furlan poderá disputar à reeleição e seguir para o sexto mandato.

A decisão foi sustentada pela presença dos requisitos necessários à concessão do efeito suspensivo ao recurso, além da demora na concessão da medida que poderia causar prejuízos de caráter irreversível a capacidade eleitoral passiva das próximas eleições.
 
"Recorremos e aguardávamos esse resultado confiantes. Há muito por fazer ainda por Barueri e a população sabe que pode contar com minha experiência e dedicação para transformar a cidade e fazê-la avançar em áreas prioritárias. Posso disputar as eleições e se Deus quiser, vou continuar trabalhando como sempre por nossa querida Barueri", comemorou Furlan. 



 
 





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






POLÍTICA  |  04/06/2020 - 13h







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0