ECONOMIA

Paulo Guedes adianta parcela do 13º de aposentados.




Reprodução

Paulo Guedes para combater os impactos do novo coronavírus na economia decidiu antecipar para abril o pagamento de metade do 13º salário dos aposentados e pensionistas do INSS.

Com a medida, o governo vai desembolsar R$ 23 bilhões. Para ajudar a população idosa, a mais vulnerável, o ministro também vai propor a redução dos juros de empréstimos consignados, a extensão do prazo máximo das operações e a ampliação da margem consignável.

Para agilizar e expandir o atendimento a pacientes, o grupo vai definir uma lista de produtos médicos/hospitalares importados que terão preferência tarifária para garantir o abastecimento.

Também vai “priorizar desembaraço aduaneiro de produtos médicos/hospitalares”.

Em nota, a pasta disse que o comitê de monitoramento poderá adotar outras medidas e que a ideia é que o grupo “detecte riscos potenciais e apresente soluções tempestivas, com medidas que mitiguem os impactos econômicos causados pela pandemia no Brasil”.

“Neste momento crítico, mesmo diante do exíguo espaço fiscal, o ME buscará, em conjunto com a Câmara dos Deputados e o Senado Federal, a realocação ágil de recursos orçamentários para que não falte suporte ao sistema de saúde brasileiro”, diz a nota.
 





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0