ECONOMIA

Com alta do petróleo, preço da gasolina chegaria a R$ 8 o litro


Imagem Ilustrativa

Com o aumento das tensões no leste europeu e ameaças de embargo ao petróleo e ao gás russo, o preço da gasolina no Brasil fica cada vez mais distante do valor internacional, com uma defasagem de 26% ou R$ 1,17 por litro, segundo a Abicom (Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis).

Se a Petrobras decidisse, hoje, adotar o PPI (Preço de Paridade de Importação) integralmente, o país já teria o litro da gasolina a quase R$ 8. O do diesel ficaria perto de R$ 7,30.
 
A estatal segue em silêncio sobre os reajustes dos combustíveis. O governo afirmou que discute a criação de uma "política de guerra" para a Petrobras diante do conflito na Europa.

A alta é a maior desde a crise financeira de 2008 -quando a commoditie atingiu US$ 147.

O movimento veio depois da declaração do secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, declarar que o país, em conjunto com a União Europeia, avalia banir o petróleo russo para pressionar o presidente Vladimir Putin a encerrar o conflito.
 
 





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






ECONOMIA  |   23/06/2022 16h23


ECONOMIA  |   23/06/2022 10h49







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb