COLUNISTAS

Mas é hoje, afinal hoje tem!




Divulgação

Sim, o carnaval parnaibano já começou e muitos já celebraram a alegria nas ruas históricas da charmosa cidade. Já tivemos a deliciosa combinação da pinga com mel, o samba de coco do Pé Vermeio,  a jovialidade do Garnisé, a força do Esquenta, o canto forte do Galo Preto e os cabeções que mostraram que não existe Briga de Galos, mas o amor por uma cidade carnavalesca. Todos, absolutamente todos, são partes importantes de um carnaval tradicional e valioso.

Mas é hoje, afinal hoje tem!

É hoje que a gente vem vindo lá do Cai-Cai, sim, vem bebendo pinga e ainda pedindo mais. E quando acaba, são as carreiras de pacas e lebres que trazem a pinga que os instrumentos vermelhos bebem e pelo litro tão querido agradecem.

Mas também é hoje que para manter a ordem e a segurança, a polícia vai dar ronda, sendo assim, se por acaso você tenha pensado em vir trazendo sua faca de ponta, por favor, o samba pede que você não a traga e que na sua casa, a faca esconda. Afinal queremos que o bombeiro venha apenas para se divertir.

Mas é hoje que a batida ancestral dos bumbos que já foram empunhados pelos mestres Henrique Preto e Quirino farão o tatu sair da toca. E essa espera que nos causa a ansiedade de como aquele alguém que nasceu de sete meses e com tamanha pressa ali mesmo na porteira de um curral, mesmo assim convidamos Barueri e Pirapora para pescar, já que Parnaíba tá pegando traíra no anzol de lambari.

É hoje que os instrumentos vermelhos irão tomar as ruas da velha Parnaíba trazendo a alegria e a história tocada por séculos, é hoje sim, que vamos brincar e ninguém terá a ousadia em dizer que em Parnaíba não existe sambador, afinal de contas, hoje tem GRITO DA NOITE.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



COLUNISTAS  |  15/11/2019 - 11h





COLUNISTAS  |  14/11/2019 - 14h


COLUNISTAS  |  24/10/2019 - 10h