POLÍTICA

Fogo Amigo! Weintraub sugere que Bolsonaro soube antecipadamente de acusação contra Flávio


Foto:(Reprodução/Youtube)

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub (foto) sugeriu, em entrevista, que, em novembro de 2018, Jair Bolsonaro sabia que o Ministério Público do Rio de Janeiro avançaria nas investigações sobre Flávio no caso das rachadinhas.

Pouco depois, em 12 de dezembro daquele ano, foi divulgado o relatório do Coaf que detalhou as movimentações suspeitas na conta de Fabrício Queiroz, apontado como operador do esquema de rachadinha do filho do presidente.
 
Weintraub desembarcou no Brasil no último sábado (15). Ele pretende disputar o governo de São Paulo.

Ontem, em entrevista ao podcast 'Inteligência Limitada' (o nome do programa é apenas uma coincidência com o convidado), o ex-ministro disse que Bolsonaro realizou uma reunião para alertar seus ministros de que "estava para aparecer uma acusação" contra Flávio.

Weintraub citou o episódio para tentar provar que o presidente não tenta proteger seus filhos de investigações.
 
"Ele juntou assim em uma mesa comprida e falou: 'Ó, está para aparecer uma acusação. Está pegando esse cara aqui'. Apontou para o Flávio. 'O governo não tem nada a ver com ele. Se ele cometeu alguma coisa errada, ele que vai pagar por isso'. Eu pensei: 'Puts, eu vim para o lugar certo. É isso que eu queria escutar'."





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb