GESTÃO PÚBLICA

Construção do novo Carlos Alberto custará R$ 22 milhões


Entrada do Colégio. Imagem: Adriano Sá Leres

A construção do novo colégio Carlos Alberto de Siqueira, no bairro 120, custará R$ 22.079.494,27. O contrato foi assinado na última terça-feira (21), com a VPP Engenharia, e com um prazo de término no dia 21 de maio de 2023, mesmo o poder público tendo avisado o processo de demolição da estrutura antes da formalização, conforme noticiou O Anhanguera no dia 5 de dezembro.
 
Só o processo que compreende a demolição, limpeza e remoção dos entulhos tem um custo de R$ 2 milhões. No processo de construção estabelecido no contrato, a cozinha e copa estão orçadas em R$ 195 mil, a estrutura do ginásio R$, 1,8 milhão e as instalações correspondentes R$ 735 mil.
 
O colégio, inaugurado em 1994 pelo governo de SP, é maior da região da Fazendinha, e o único a dispor do EM no bairro do 120. Com o anúncio da demolição, pais, alunos e até mesmo professores ficam no impasse em relação ao processo que será adotado no próximo ano letivo.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



GESTÃO PÚBLICA  |   14/05/2022 19h00





GESTÃO PÚBLICA  |   12/05/2022 20h04


GESTÃO PÚBLICA  |   10/05/2022 17h02







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb