ELEIÇÕES 2022

Alckmin diz ter dado primeiro passo para possível aliança com Lula


Foto:(Divulgação)

Um dia após oficializar a saída do PSDB, o ex-governador de São Paulo falou que um primeiro passo já foi dado, ao ser questionado sobre uma possível aliança com ex-presidente Lula para as eleições de 2022.
 
A declaração ocorreu durante o Congresso Nacional do Sindicato dos Aposentados, Pensionistas e Idosos, em Mongaguá, no litoral paulista. Alckmin esteve no evento para dar uma palestra sobre saúde mental na pandemia.

"Eu dei o primeiro passo, agora, nós vamos ouvir muito, conversar muito, para poder dar um segundo passo", disse o ex-governador, de acordo com publicação do portal G1.

Alckmin tem sido cogitado para integrar a chapa do ex-presidente Lula (PT) como candidato a vice-presidente.

Essa possibilidade vai influenciar em sua decisão sobre qual partido irá se filiar agora, após deixar o PSDB.
 
Uma filiação ao PSD, de Gilberto Kassab, para concorrer ao Governo de São Paulo é uma das possibilidades, assim poderia tentar novamente sentar na cadeira que já ocupou por mais de 12 anos no executivo paulista.

Outra é integrar a chapa de Lula como candidato a vice --nesse caso a filiação mais provável seria ao PSB. Para essa parceria também seria possível uma filiação ao Solidariedade.

"Então, vamos aguardar, a hora é de ouvir bastante e conversar bastante. E nesse momento, é o momento de grandeza política, de espírito público e de união", disse o político.

Fundador do PSDB e tucano há mais de 30 anos, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin concretizou na quarta (15) sua saída do partido --movimento ensaiado há meses. Aliados apostam, porém, que a decisão sobre a nova filiação deve ocorrer apenas no ano que vem.

Em encontro com dirigentes de centrais sindicais, no dia 29 de novembro, Alckmin obteve apoio para a dobradinha com Lula e disse que a hipótese caminhava.
 
Ao comunicar que iria se desfiliar do PSDB, o ex-governador Geraldo Alckmin deixou mais claro a pessoas próximas que hoje está propenso a encampar o projeto de ser candidato a vice ao lado do petista.

Segundo relatos, o agora ex-tucano verbalizou que precisa pensar no país e que se aliar a uma chapa pode trazer a candidatura de Lula para o centro, afastando tentativas de atrelar a ela a pecha de radical de esquerda.

Aliados de Alckmin que conversaram com ele nos últimos dias o veem maduro na decisão.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ELEIÇÕES 2022  |   27/05/2022 17h13





ELEIÇÕES 2022  |   27/05/2022 16h01


ELEIÇÕES 2022  |   27/05/2022 10h11







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb