SEGURANÇA

O Silêncio que Preocupa!




Foto: (Reprodução/Redes Sociais)

O sempre sorridente prefeito de Santana de Parnaíba, Elvis Cezar (PSDB), grande entusiasta de vídeos em redes sociais, de outdoores e revistas não se pronunciou até agora quanto ao ataque deferido no posto da Guarda Municipal no bairro cidade São Pedro, na madrugada desta segunda-feira (23), que deixou três viaturas totalmente queimadas após uma ação criminosa. O silêncio do prefeito é preocupante, já que Elvis sempre se dispôs a falar, e muito, sobre Santana de Parnaíba, principalmente de seus feitos como administrador, mas desta vez nenhuma palavra, nenhuma foto, nenhum vídeo. O silêncio que preocupa também é extensivo,  pois nem o Vice-Prefeito, nem o Presidente da Câmara, nem o Secretário de Segurança Pública, nem os Vereadores, até mesmo aqueles do próprio bairro. Na gestão, a qual comunicação é virtude, o silêncio também é uma regra, essa rigorosamente cumprida. O ataque na base da GCM de Santana de Parnaíba, fato já nacionalmente conhecido, graças à grande imprensa, é um afronta não só às forças de segurança pública do município, mas principalmente à população, que ao acordar se deparou com a notícia que a mais segura, já não é tão segura assim. Cidade onde uma ocorrência dessas ocorre não pode ser considerada segura, entretanto, por mais que fatos como esse aconteçam, e pode acontecer, o mais preocupante é o silencio daqueles que diariamente ressaltam e até de maneira excessiva que aqui é a mais segura. E não é. Ela pode ser e estar exposta na vontade, nas promessas que são materializadas, nas peças publicitárias produzidas pela prefeitura. Mas outdoores não inibem a violência, marketing não afasta o criminoso, propaganda não motiva os profissionais, e infelizmente isso tem sido não apenas uma rotina, mas uma política de governo. Os homens do poder, aqueles que figuram no topo da administração estão calados em um momento que Santana de Parnaíba foi atacada, colocada na fragilidade. Não é uma situação comum, daquelas “inesperadas” quando chuvas, incêndios, incidentes ocorrem e prontamente a administração vai lá e resolve. Esse caso não é fatalidade, não ocorreu por acaso, e quando todos se preguntam e procuram respostas elas não existem.  O fato calou os falantes,  mostrou que dentre as que não podiam ocorrer, ocorreu invertendo a ordem das coisas, o fato mostra que esperar para mostrar a cara não é uma prerrogativa da atual administração, que esperar para dizer e tranquilizar o cidadão, aquele que está na espera e expectativa de festejar e agora se pergunta o quão seguro estará em receber seus convidados, em confraternizar, em estender sua comemoração pela madrugada, sabendo é que nem a GCM passa imune da violência na cidade mais segura da região.  
 





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb