POLÍTICA

1 século: Crimes imputados a Bolsonaro pela CPI somam mais de 100 anos de prisão


Foto:(Divulgação)

Em matéria publicada no site O Antagonista, o vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe Rodrigues (Rede), disse hoje, pouco antes do início da sessão para a leitura do relatório final, que os crimes imputados a Jair Bolsonaro (foto) pela comissão somam mais de 100 anos de prisão.
 
Segundo o senador, o texto tem consistência e não haverá argumentos para o procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmar que o “documento não está embasado”.

“O relatório aponta a corrupção no Ministério da Saúde e os responsáveis por estruturar esse esquema. Também é firme em relação ao macabro acontecimento da Prevent Senior“, disse.
 
Como mostramos, o relator da CPI, Renan Calheiros pediu, no relatório final, o indiciamento de Jair Bolsonaro por 9 crimes: infração de medida sanitária, charlatanismo, crime de epidemia, incitação ao crime, falsificação de documento particular, emprego irregular de verbas públicas, prevaricação, crime contra a humanidade e crime de responsabilidade.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   03/12/2021 15h38





POLÍTICA  |   03/12/2021 10h38


POLÍTICA  |   03/12/2021 09h47







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb