ECONOMIA

R$ 5 milhões: Alphaville terá o primeiro centro de armazenagem de embriões e óvulos da América Latina .


Foto:(Guillermo Giansanti/Veja)

A empresa de criogenia CryoForLife investiu 5 milhões de reais na criação do primeiro centro 100% dedicado ao armazenamento de embriões e óvulos humanos da América Latina. Com sede em Alphaville, em São Paulo, o local funcionará como uma câmara fria monitorada 24 horas por dia. A ideia da empresa é prestar serviço aos laboratórios de reprodução assistida, que atualmente arcam com elevados custos de logística, preservação e manutenção desses materiais a temperaturas baixíssimas.
 
O mercado da criogenia, que é a preservação de tecidos e materiais orgânicos por meio do seu congelamento a temperaturas abaixo dos menos 100 graus, está a todo vapor no Brasil e no mundo. Com a tecnologia disponível atualmente é possível preservar não só embriões e óvulos, mas espermatozoides e células-tronco. Segundo dados da Anvisa, em 2019 o Brasil congelou 100.380 embriões. Esse número era de 32.181 em 2012. Atualmente, 70% dos embriões são congelados na região sudeste. A depender da demanda, a CryoForLife pretende abrir outras unidades pelo país.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ECONOMIA  |   20/10/2021 12h08





ECONOMIA  |   20/10/2021 11h08


ECONOMIA  |   19/10/2021 16h02







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb