CENÁRIO URBANO

Parnaíba, a mãe de outros 220 municípios Paulistas.
439 anos
Cenário Urbano14/11/2019 10h10 Por: Veridiano Peixoto





Santana de Parnaíba. Foto:(Leandro Daher/OA)

Hoje Santana de Parnaíba comemora seus 439 anos de fundação, a sua história também será estendida a outros 220 munícipios paulistas, originários do desmembramento dela.

No século XVI, o que conhecemos hoje como o Estado de São Paulo, compreendia por São Vicente (1532) e São Paulo (1558). E mesmo Santana de Parnaíba sendo fundada em 1580, só foi a partir de 1625 que ela foi desmembrada da capital e resultou a partir daí em um total de 220 novos municípios paulistas.

O primeiro deles foi Itu em 1654, que levou a outros 210 desmembramentos tendo como Porto Feliz a origem de 204 municípios. A partir disso 4 novos núcleos: Tietê, Capivari, Boituva e Piracicaba ficaram encarregados pela expansão do berço Parnaibano para o interior paulista. Cidades como Limeira, Santa Barbara d’Oeste, São Pedro e Araraquara, tem sua origem diretamente ligada à Vila Fundada por Suzana Dias e André Fernandes.
De Araraquara o desdobramento originou São Carlos, importante centro de Tecnologia, considerada o polo universitário paulista por manter a USP e a UFScar. Nessa marcha, semelhante ao dos bandeirantes, se chegou a Barretos, São José do Rio Preto e a mais nove municípios. A partir de Rio Preto mais 93 desmembramentos, que passou por Pereira Barreto, Ilha Solteira, e Itapura, última cidade de São Paulo, a qual também é a foz do rio Tietê na divisa com o estado do Mato Grosso.

Essas informações são resultados do Banco de Dados Memória das Estatísticas Vitais, lançado em 2001 pela Fundação Seade.



Galeria de Fotos:





COMENTÁRIOS




VEJA TAMBÉM



CENÁRIO URBANO  |  24/01/2020 - 15h





CENÁRIO URBANO  |  22/01/2020 - 15h


CENÁRIO URBANO  |  19/01/2020 - 19h