POLÍTICA | Silvinho Peccioli

Silvinho relata sua trajetória e diz qual seria seu presente para Parnaíba




Silvinho Peccioli. Foto:(Roberto Andrade)

A primeira entrevista de três é com Silvinho Peccioli. Silvinho foi Deputado Federal e três vezes prefeito (gestões 1997 - 2000 / 2001 - 2004 / 2009 - 2012)  de Santana de Parnaíba, Peccioli respondeu as quatro perguntas encaminhadas pelo O Anhangura. Leia a entrevista na íntegra.

Parnaíba o escolheu, ou o senhor escolheu Parnaíba?
 
Eu e minha família viemos morar em Santana de Parnaíba , no início de 1969. Eu tinha onze anos de idade e moro aqui até hoje, então, creio que eu escolhi essa Cidade para viver e amar.
 
Como o município foi e é determinante para sua carreira política?
 
Cresci conhecendo as pessoas que aqui moravam e vivendo as vantagens e as dificuldades que uma Cidade de interior , muito próxima de São Paulo , oferecia.

Não creio que o exercício da atividade política possa constituir uma carreira. Sou advogado ! Essa é a minha profissão. Tive a oportunidade de trabalhar por 14 anos, na Administração do Município de São Paulo, como Advogado e Chefe de Assessoria Jurídica. Trabalhei com todos os Prefeitos da Capital , de 1982 a 1996. Aprendi muito, adquiri experiência administrativa trabalhando com Prefeitos de diferentes partidos, cada qual com as suas prioridades. Esse conhecimento e experiência foram fundamentais, quando assumi a Prefeitura de Santana de Parnaíba, em 1º de janeiro de 1997. 

 
Na sua opinião de que maneira sua gestão contribuiu de forma benéfica para o município?
 
Assumi a Administração da Cidade, com um orçamento em torno de 26 milhões e 700 mil reais, com uma dívida superior a 27 milhões de reais. Deixei a Administração em 31.12.2012, com um orçamento previsto para 2013, da ordem de 420 milhões de reais.

Organizamos a Prefeitura e os serviços públicos. Municipalizamos a Educação, do ensino infantil ao ensino médio, construindo 51 novos colégios municipais, que se somaram aos 17 colégios existentes. Só na Educação, geramos 3.200 novos empregos. Construímos a ETEC Anhanguera (Fazendinha), o prédio que sedia o SENAI (Fazendinha) e levamos a Escola do SESI para a Cidade São Pedro. Instituímos a entrega de material escolar , apostilas do Colégio Objetivo e uniformes para todos os nossos alunos.

Implantamos a rede de atendimento básico na Saúde, em todo o Município. Concluímos a construção do PAM Santa Ana (que se encontrava abandonada há anos), reformamos e ampliamos em 2/3 o PAM Fazendinha, construímos as Unidades Básicas de Saúde do Parque Santana/Jardim. Isaura, Bairro do 120, Cidade São Pedro e Colinas da Anhanguera. Construímos a USA da Fazendinha. Contratamos os médicos generalistas e especialistas, dentistas, fisioterapeutas, enfermeiros e demais profissionais da Saúde, necessários para propiciar um bom atendimento a população. Implantamos o Plano de Saúde da Família (PSF), para o atendimento dos bairros mais distantes e com um número pequeno de moradores.

Implantamos o Plano de Pavimentação da Cidade, que só possuía esse benefício no Centro, Alphaville/Tamboré e em algumas ruas esparsas pelo Município. Efetuamos os projetos de asfalto e drenagem e pavimentamos :
Parque Santana I e II, Jardim Isaura, Rancho Alegre, Germano, Jardim dos Ipês, Jardim Rubi, Jardim São Luiz, Jardim Parnaíba, Jardim Frediani, Vila Esperança, V. São Vicente de Paula I e II, Refúgio dos Bandeirantes, Parque Fernão Dias, V. Rica, Morais, Pque. dos Monteiro I, Vila Poupança, Estrada do Matão, Bairro do 120, V. Nova, Rua da Bica, Parque dos Eucaliptos, Buracão, Jardim Jaguari, Santa Marta, Jardim do Luar, Ruas Gino Borelli e Marica Marques, Colinas da Anhanguera, Estrada da Cidade São Pedro, Estrada da Bela Vista (Centro/Alphaville), Estrada da Vila Velha, Estrada do Suru (Centro/Castelo Branco), Estrada da Aldeia (Centro/Aldeia da Serra), Estrada ligando Colinas da Anhanguera/Tamboré. 

Canalizamos o Córrego do Parque Santana (dividia o Bairro ao meio), o Córrego da Colinas da Anhanguera, o Córrego da Biquinha (Centro) e criamos uma nova entrada para o Centro com a duplicação das pistas, canteiro central e o Monumento aos Bandeirantes.

Criamos a Guarda Municipal Comunitária, a qual, treinamos e ampliamos até atingir 500 GMC's. Construímos as Bases Fixas em cada entrada de Bairro (120, Estrada Tte. Marques/próxima à divisa com Cajamar, São Pedro, Colinas, Tamboré Empresarial, Av. Yojiro Takaoka Res. 11 e 12 e Res. 3, Pque. Santana). Tínhamos a Base no Centro. Policiamento preventivo nos Bairros. Guardas nas Escolas e em todas as repartições públicas do Município.

Implantação da Secretaria Municipal do Emprego e Desenvolvimento Econômico e Social, para atrair empresas para a Cidade (com a concessão de incentivos fiscais), cursos de treinamento e requalificação de mão de obra, parcerias com o SEBRAE para cursos de empreendedorismo e implantação da Incubadora de Empresas (Fazendinha).

Através da Secretaria Municipal de Assistência Social, cadastramos as sub moradias existentes, as famílias carentes e núcleos de pobreza em nossa Cidade. As cestas básicas eram entregues nas casas das pessoas que necessitavam. Através desse cadastro, obtivemos excelente resultado quando da implantação do Programa Bolsa Família em parceria com o Governo Federal. Implantação do Programa Mãe Cidadã, que contemplava com um enxoval completo, as gestantes que faziam os exames pré-natal na rede de saúde do Município. Distribuição de órteses, próteses, óculos, aparelhos auditivos, cadeiras de roda para a nossa população carente. Gerenciamento da Casa do Idoso e do Centro de Convivência do Idoso.

Implantação da SMAFEL com programas e atividades diversos, fomentando a prática de esportes e uma vida sadia. Participação nos Jogos Regionais e nos Jogos Abertos, campeonatos diversos, destacando-se o de futebol que terminava com a premiação dos primeiros classificados e a distribuição de fardamento completo e bola, a cada equipe participante. Implantação de piscinas aquecidas com cursos de natação, no Jardim Izaura , Centro, 120, Fazendinha e Colinas. Ginásio de esportes no Centro, 120 e Fazendinha.

Implantação da Coordenadoria Municipal da Juventude, com atividades voltadas ao interesse dos nossos jovens, desde a implantação dos Grêmios Estudantis nos Colégios Municipais até a realização do Parnaíba Fest.

Poderia falar muito mais, mas finalizo com as atividade da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, que fomentava o respeito e a continuidade de todas as nossas tradições, das festas de Bairro, ao apoio aos eventos de cunho religioso. Das festividades de Natal, passando pelo melhor Carnaval da Região, Drama da Paixão, Festa do Trabalhador, Corpus Christi, Dia da  Padroeira, 7 de setembro, Dia das Crianças e o Aniversário da Cidade (trazendo todos os anos uma atração escolhida pelo moradores da Cidade).

Implantação do Projeto Oficina Escola de Artes e Ofício, que ensinava aos nossos jovens (selecionados), a nossa história e modalidades da arte de restauro. Esse foi um dos programas mais premiado do Brasil, com premiações da UNICEF e ONU dentre outras. Esse programa foi o responsável pela recuperação e manutenção dos imóveis existentes em nosso Centro Histórico tombado pelo CONDEPHAAT.

 
Se o senhor pudesse oferecer um presente para Parnaíba, qual seria?
 
Por ocasião do aniversário de nossa Cidade, gostaria de oferecer a ela e aos moradores, uma Administração digna, transparente, sensível às demandas por bons serviços, realizadora de obras necessárias e construídas com boa técnica. Com os olhos postos no futuro, mas com os pés bem calcados no presente . Viva Santana de Parnaíba !
 
 



 





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






POLÍTICA  |  16/02/2020 - 11h


POLÍTICA  |  09/02/2020 - 11h