SAÚDE

Variante Delta pode ser mais perigosa do que foi divulgado, aponta documento do CDC


Imagem: Phil Noble - Reuters

Um documento que circulou internamente no CDC (Centro de Controle de Prevenção de Doença dos EUA) mostra uma avaliação muito mais sombria do que vem sendo divulgado sobre a variante delta.
  
Uma das principais revelações, compartilhadas internamente no centro é a de que novas evidências sugerem que indivíduos vacinados infectados com a delta podem transmitir Covid-19 tão facilmente quanto aqueles que não estão vacinados, o que contraria  a fala da diretora do CDC, Dra. Rochelle Walensky, que disse no início da semana ser possível a transmissão do vírus entre pessoas vacinadas, mas ainda rara.

 A apresentação também ofereceu detalhes novos (e anteriormente não compartilhados) sobre a transmissibilidade da variante delta, seu risco de causar doenças mais graves e a possibilidade de deixar as pessoas infectadas por mais tempo do que outras variantes  por 18 dias em vez de 13. a apresentação a considera mais transmissível do que os vírus que causam MERS, SARS, Ebola, resfriado comum, gripe sazonal e varíola, além de tão contagiosa quanto a varicela.

Além disso, o documento revela que a variante delta parece mais propensa a causar doenças graves (aumentando as chances de hospitalização e uso de oxigênio), o que foi sugerido por outras autoridades de saúde pública, mas n ão explicitamente delineado pelo CDC.

Embora ofereça um cenário mais preocupante da variante delta, o documento destaca que as vacinas ainda parecem ser altamente eficazes na prevenção de casos mais graves da doença, hospitalização e morte.

De acordo com o “The Washington Post”, a diretora do CDC conversou em particular com os membros do Congresso sobre o material do documento. A previsão é de que a agência divulgue publicamente esses dados nos próximos dias. No entanto, alguns questionaram por que a agência não compartilhou essas informações antes. A Dra. Rochelle Walensky fez referência a “dados não publicados” ao anunciar a decisão do CDC de voltar a impor as recomendações de uso de máscara para pessoas vacinadas em áreas com alta transmissão do vírus.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb