POLÍTICA

Dória pode ser cassado por excesso de publicidade.
Política08/10/2019 12h27Atualizada em 08/10/2019 13:10 Por: Da Redação Fonte: Consultor Jurídico





João Dória. Foto: (Divulgação/Agência Brasil)

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo julga nesta terça-feira (8/10) a ação de investigação judicial que pode cassar o mandato do governador João Dória (PSDB-SP).

Doria e o vice-governador Rodrigo Garcia (DEM) são acusados de usar publicidade institucional da Prefeitura de São Paulo —enquanto o governador ainda era prefeito—para promover a sua candidatura ao governo do estado.

Conforme a ação movida pela Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo, a prefeitura gastou 122% a mais em publicidade no primeiro semestre de 2018 do que a média do primeiro semestre dos três anos anteriores.

A PRE-SP ainda aponta que a soma das campanhas “Asfalto Novo”, “Asfalto-Novo - Nova Etapa” e “Prestação de Contas - 1 Ano de Gestão” ultrapassa o limite legal permitido em ano eleitoral. A prefeitura gastou nessas três campanhas o montante de R$ 48.878.310,82.

O julgamento está previsto para começar às 15h. Além da perda de mandato, a ação ainda pede a inelegibilidade de Dória, Garcia e do então secretário de comunicação municipal, Fábio Souza Santos, por oito anos.





COMENTÁRIOS




VEJA TAMBÉM






POLÍTICA  |  18/10/2019 - 17h