POLÍTICA

Médico de Bolsonaro avalia necessidade de cirurgia por obstrução intestinal


Foto:(Sérgio Lima/Poder 360)

Antônio Macedo, médico particular do presidente Jair Bolsonaro, poderá indicar intervenção cirúrgica caso se confirme obstrução intestinal do presidente. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo nesta quarta-feira (14).
 
Bolsonaro deu entrada no HFA (Hospital das Forças Armadas) para investigar a origem de uma crise de soluços. O presidente está com dificuldade para falar há 12 dias por causa do problema.

Macedo é o mesmo médico que operou Bolsonaro após a facada que recebeu em setembro de 2018, durante a campanha eleitoral. Também realizou outros procedimentos em Bolsonaro desde que ele assumiu a presidência.
 
Além dos soluços, o presidente também tem refluxo gastroesofágico. Essa condição consiste no retorno involuntário e repetitivo do conteúdo do estômago para o esôfago. Entre os sintomas estão azia e dor torácica.

A assessoria do presidente afirma que ele "está animado e passa bem". Ficará de observação de 24 a 48 horas.
 
Caso se confirme, esse será o 7º procedimento cirúrgico de Bolsonaro desde 2018 -a maioria em decorrência do atentado que sofreu.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   09/08/2022 16h13





POLÍTICA  |   07/08/2022 10h38


POLÍTICA  |   06/08/2022 10h55







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb