CENÁRIO URBANO

Dois homens perdem visão após levarem tiro de borracha da polícia em Recife (PE)


Reprodução Facebook

Durante os protestos contra o presidente Jair Bolsonaro em Recife (PE) no último sábado (30), a polícia de Pernambuco agiu de forma extremamente agressiva contra os manifestantes pacíficos. Daniel Campelo da Silva (51) e Jonas Correia de França (29) foram duas das pessoas atingidas, e ficaram com lesões permanentes nos olhos.
 
Na manhã deste domingo (30), o governador Paulo Câmara (PSB) determinou que as vítimas devem ser acompanhadas por médicos. "Além disso, o governador acionou a Procuradoria Geral do Estado para, em conjunto com a SJDH, iniciar o processo de indenização aos atingidos", informou o Governo de PE em nota.

Os dois foram atingidos por balas de borracha no rosto. Campelo perdeu o olho esquerdo, e Jonas teve a visão do direito comprometida para sempre.
 
O governo ainda aponta que "ainda no sábado, o governador afastou o comandante da operação e os policiais que agrediram a vereadora do Recife Liana Cirne. A Corregedoria-Geral da Secretaria de Defesa Social já iniciou a tomada de depoimentos sobre o ocorrido."





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



CENÁRIO URBANO  |   09/08/2022 15h15





CENÁRIO URBANO  |   09/08/2022 11h14


CENÁRIO URBANO  |   08/08/2022 15h34







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb