SAÚDE

Bruno Covas é extubado mas permanece internado e em observação.


Divulgação

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), teve alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês, no centro de São Paulo, nesta terça-feira, 4,e deve ir nas próximas horas para um quarto de atenção semi-intensiva. Ele segue sem previsão de alta, mas teve uma “noite bem dormida”, segundo disse o infectologista David Uip, um dos médicos que acompanha o prefeito, em entrevista coletiva realizada nesta tarde.
 
O oncologista Artur Katz, que também acompanha Covas, disse que a hemorragia descoberta no prefeito nesta segunda-feira, que o levou à UTI, foi um evento pontual, que poderia ocorrer em casos como o do prefeito, mas que foi superada. “Trata-se de uma intercorrência”, que foi “enfrentada com sucesso.” “O objetivo agora é colocar o prefeito em suas condições ideais de saúde para que a gente possa futuramente avaliar uma decisão do ponto de vista oncológico”, afirmou.
 
Covas está sentado, conversando com os médicos, e acompanhado do irmão. Ele dormiu nesta segunda pouco antes da meia-noite, acordou nesta terça por volta das 5h, conversou com o irmão e dormiu mais um pouco, segundo David Uip. Ao saber da repercussão de sua ida à UTI, após intubação, brincou com a equipe que o acompanha, ainda de acordo com o médico. "Vocês ficaram estressados ontem, não é", teria dito Covas. Ele também teria dito que sua preocupação, no momento, é a partida entre Santos e The Strongest, nesta noite, pela Libertadores da América.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb