POLÍTICA

Alegando suspeita de Covid-19, Pazuello não irá depor na CPI.


Pazuello em shopping sem máscara. Divulgação

O ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, comunicou à CPI da Covid que não deve comparecer presencialmente ao seu depoimento, marcado para esta quarta-feira.
 
Segundo o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (REDE-AP), Pazuello alega que teve contato com pessoas com suspeita de Covid e, por isso, não pode comparecer ao Senado.

A comissão, que se reúne hoje para as oitivas dos ex-ministros da Saúde Nelson Teich e Luiz Henrique Mandetta, deve deliberar em breve sobre como proceder diante do comunicado de Pazuello.
 
Pazuello já foi contaminado pela Covid-19 e ficou afastado do Ministério da Saúde no período de recuperação. A contaminação anterior não exclui o risco de recontaminação.

No último fim de semana,  Pazuello participou de uma reunião reservada dentro do Palácio do Planalto com assessores do governo federal. Fora da agenda pública, o encontro ocorreu no sábado e tinha como objetivo treinar o militar para participar da sessão na CPI.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   15/05/2021 13h35


POLÍTICA  |   15/05/2021 09h08


POLÍTICA  |   14/05/2021 20h01




google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb