POLÍTICA

Com câncer no sistema digestivo, prefeito Bruno Covas decide se licenciar do cargo.


Foto: (Governo do Estado de São Paulo)

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), decidiu se licenciar do cargo neste domingo (02), por tempo indeterminado. O chefe do Executivo local enfrenta um câncer no intestino, que já se espalhou para outros tecidos do corpo. Com o afastamento, o vice-prefeito, Ricardo Nunes (MDB), assume a maior prefeitura do país.
 
Em nota, a prefeitura de São Paulo confirmou a decisão. Covas estava internado até a semana passada, quando deixou o hospital e passou a receber tratamento em casa. Ele recebe medicação e alimentação intravenosa. Ele foi reeleito em novembro do ano passado, e até então continuava realizando suas atribuições da unidade de saúde ou de casa.
 
No entanto, no começo deste ano o quadro se agravou. Os médicos afirmam que o quadro de saúde do prefeito exige cuidados. Ricardo Nunes é ligado ao presidente da Câmara Municipal, Milton Leite (DEM) e apoiado pelo governador, João Dória, que mira as eleições de 2022.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






POLÍTICA  |   18/09/2021 17h58


POLÍTICA  |   18/09/2021 17h50







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb