POLÍTICA

Com aval de Bolsonaro, o Ministro da Justiça vai trocar diretor-geral da Polícia Federal.




Divulgação

O novo ministro da Justiça, Anderson Torres, teve o aval de Jair Bolsonaro e vai mudar o diretor-geral da Polícia Federal.
 
O atual chefe da PF, Rolando de Souza, foi escolha do presidente, por indicação de Alexandre Ramagem, impedido pelo Supremo Tribunal Federal de assumir o cargo, em abril do ano passado.

Torres já avisou o Palácio do Planalto que vai fazer a mudança, que deve ocorrer nos próximos dias. O diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Eduardo Aggio, também deve ser substituido.

Em cerimônia interna, o presidente disse nesta manhã (6) que trocas serão normais.
 
De acordo com pessoas próximas a Torres, o nome para a PF terá um dito "perfil" técnico.

 
 
 





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






POLÍTICA  |   11/04/2021 10h57







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb