POLÍTICA

Mais um militar, agora na SECOM.




Divulgação.

O presidente Jair Bolsonaro decidiu trocar o comando da  Secom (Secretaria de Comunicação Social)  da Presidência da República, comandada atualmente por Fabio Wajngarten. 

O presidente deve indicar para a pasta o almirante Flávio Rocha, atual chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE). Com a mudança, Wajngarten, que é próximo de Bolsonaro, deve assumir o cargo de assessor especial da Presidência da República.
 
O atual secretário da Secom não tem tido uma boa relação com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, cuja pasta é subordinada, e seu estilo explosivo também tem desagradado outros integrantes do governo.

Wajngarten é suspeito de corrupção passiva, peculato e advocacia administrativa, por ser sócio de uma empresa que tem contratos com empresas que receberam verbas da Secom. O caso foi arquivado pela Comissão de Ética da Presidência.
 





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






POLÍTICA  |   11/04/2021 10h57







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb