SAÚDE

Vacinação em Cajamar e Parnaíba poderá se iniciar apenas em Fevereiro




Vacinas armazenadas em São Paulo - Divulgação Governo de São Paulo

Uma declaração um tanto confusa do Secretário estadual de saúde, Jean Gorinchteyn levanta dúvidas quanto ao início de imunização dos profissionais de saúde nos municípios. Em entrevista à GloboNews nessa segunda-feira (18), Gorinchtey disse que após a vacinação nos 6 primeiros centros de atendimentos, que compreende os Hospitais das Clínicas da capital, Botucatu, Campinas, Marília, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto a próxima etapa seria estender para grandes municípios a partir da próxima semana.

“Nós estaremos estendendo este programa de vacinação, a partir da próxima semana, para os grandes municípios, aqueles que tem mais de 200 mil habitantes, para que a gente possa proteger a população que trabalha na área da saúde e, de forma gradual, chegaremos, aí sim, naquela população de idosos, que é a população muito vulnerável e que corresponde a 77% das mortes", disse Gorinchteyn.
 
Com isso, dentro desse discurso, regionalmente profissionais de Barueri, Carapicuíba, Itapevi e Osasco seriam vacinados, já que são municípios com populações superiores a 200 mil habitantes, deixando os de Cajamar, Jandira, Pirapora do Bom Jesus e Santana de Parnaíba posteriormente.

Contudo, o secretário executivo de saúde, Eduardo Ribeiro em entrevista ao SP1 da TV Globo, disse que a distribuição para os maiores municípios será feita a partir dessa terça-feira (19). "Faremos entrega direta pra 200 (municípios paulistas), os 200 mais populosos receberão diretamente a partir de amanhã (terça-feira). Os demais 445 (municípios paulistas) farão a retirada em 25 centrais de distribuição regional do estado de São Paulo" explicou.
 
Já de acordo com o Governo do Estado, a campanha de imunização contra a COVID-19 em São Paulo será desenvolvida segundo a disponibilidade das remessas do órgão federal. À medida que o Ministério da Saúde viabilizar mais doses, as novas etapas do cronograma e públicos-alvo da campanha de vacinação contra a COVID-19 serão divulgadas pelo Governo de São Paulo. O Anhanguera tomou conhecimento que até o fim da tarde desta segunda-feira (18) o governo do Estado ainda não havia informado à Cajamar sobre o processo de disponibilidade das vacinas





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb