CENÁRIO URBANO

Enfermeiro de Osasco e região assume a presidência do Coren-SP




Foto:(Coren-SP)

O enfermeiro James Francisco dos Santos, nascido em Osasco e morador de Itapevi, é o novo presidente do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP), pelos próximos três anos, até 2023. James tem 20 anos de profissão, é supervisor de enfermagem da Educação Permanente do Hospital Ipiranga, na zona sul da capital, professor dos cursos de pós-graduação da Faculdade Israelita Albert Einstein e Ensine, membro da Associação Brasileira de Enfermagem em Terapia Intensiva (Abenti) e instrutor do curso ATCN e de simulação realística.

Dentre as principais funções do Coren-SP, está a fiscalização do exercício profissional da enfermagem, prezando por uma assistência segura aos profissionais e à sociedade. Também é orgão que normatiza e regulamenta a profissão da enfermagem no estado de São Paulo.
 
James destaca o compromisso com a enfermagem paulista nos próximos anos, especialmente em meio à pandemia do novo coronavírus. “Como presidente empossado do Coren-SP, comprometo-me a buscar a união das grandes forças da enfermagem. Mostrar para a sociedade que a segurança da assistência está ameaçada enquanto houver profissionais desvalorizados e explorados. Pressionar as autoridades – poder executivos, legislativo e judiciário – por leis que garantam condições adequadas de trabalho, assim como as outras categorias conquistam”.
 
A gestão 2021-2023 pretende aprimorar a atuação da fiscalização, por meio de um trabalho participativo, no sentido de cobrar das instituições o cumprimento do dimensionamento adequado. Será uma gestão compartilhada com a enfermagem e os conselheiros estarão presentes nas instituições de saúde, acompanhando o dia a dia da linha de frente para facilitar o acesso dos inscritos aos serviços do Coren-SP e também apoiar a prática profissional. Serão criadas representações regionais e será implementado o projeto Conselho Participativo, sendo cada conselheiro representante de uma região e canal permanente de diálogo com a enfermagem paulista.Além do acompanhamento constante durante a pandemia do novo coronavírus, a gestão 2021-2023 do Coren-SP atuará no combate a epidemais mais antigas, como a violência, o assédio moral e o adoecimento mental e tantas outras que afetam a saúde e a rotina profissional da enfermagem.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



CENÁRIO URBANO  |   25/01/2021 15h09





CENÁRIO URBANO  |   25/01/2021 12h16


CENÁRIO URBANO  |   25/01/2021 10h37







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb