SAÚDE

78% é o nível de eficácia da Coronavac




Divulgação

A Coronavac, do Instituto Butantan, apresentou eficácia mínima de 78% nos estudos finais realizados no Brasil.

A informação foi antecipada pela Folha e confirmada por O Antagonista.

Os resultados estão sendo apresentados à Anvisa em reunião agora de manhã. O Butantan pedirá o registro emergencial para o imunizante.
 
O estudo da fase 3 reuniu 13 mil profissionais de saúde como voluntários, em oito estados. Eles receberam duas doses da vacina, com 14 dias de intervalo.

Apenas 200 foram infectados com o novo coronavírus. Um comitê internacional independente revisou os dados, na Áustria.
 
Outro dado importante, que já havia citado pelo govenro: a Coronavac garantiu proteção total contra mortes nos voluntários vacinados que pegaram a Covid-19.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb