SAÚDE

Instituto Butantan irá atrasar a entrega dos dados para a ANVISA.




Divulgação

A entrega dos dados da Coronavac que deveria ocorrer nesta terça-feira (15), será feita no dia 23 de dezembro por conta de uma mudança de estratégia.

O Instituto Butantan, responsável no Brasil pelos testes clínicos da vacina contra o coronavírus Sars-CoV-2 da farmacêutica chinesa Sinovac Biotech, vai atrasar a entrega dos dados dos estudos da CoronaVac à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 
Conforme o jornal o "Estadão", a alteração se deu por conta de um aumento na quantidade de voluntários infectados acima do "mínimo" de 151 contaminações.

A CoronaVac está sendo testada em 13 mil voluntários no país e é considerada a mais avançada nos testes clínicos em território brasileiro. A imunização também está no meio de uma briga política entre o governo de São Paulo e o governo federal, que reluta em colocar a vacina na lista de imunizações mais avançadas.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb