CENÁRIO URBANO

Em um ano, prefeitura não conseguiu reduzir o número de Obras Atrasadas em Parnaíba




UBS Refúgio dos Bandeirantes, inaugurada no último dia 14, era uma das obras listadas pelo TCE - Secom

No primeiro trimestre de 2019, de acordo com o Painel de Obras do Tribunal de Contas de São Paulo, o município de Santana de Parnaíba possuía 11 obras atrasadas e 1 paralisadas, que totalizavam pouco mais de R$ 39 milhões. Já no 2° trimestre o número foi ampliado para 19 atrasadas e 2 paralisadas e o valor ultrapassou os R$ 71 milhões.
 
Passado 1 ano, o cenário era praticamente é o mesmo, com 19 obras em atraso e 1 paralisada, segundo a última atualização correspondente ao 1° semestre de 2020, divulgado nessa última quarta-feira (16), com valores próximos aos R$ 70 milhões. A área com o maior quantidade é a educação, com 9 obras, o equivalente a 45%, seguida por equipamentos  urbanos (praças, quadras e similares com 4 obras em atraso, e a saúde com 4 também. Quanto a justificativa para os atrasos em 11 delas a prefeitura não informou. No entanto, nos últimos meses o prefeito Elvis Cezar (PSDB) tem promovido uma maratona de inauguração de obras.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



CENÁRIO URBANO  |  20/10/2020 - 16h





CENÁRIO URBANO  |  15/10/2020 - 16h


CENÁRIO URBANO  |  14/10/2020 - 20h







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb