POLÍTICA

As eleições de 2020 será a segunda com o maior número de candidatos vetados concorrendo.




Reprodução

O número de candidatos vetados pela Lei da Ficha Limpa em 2020 é o 2º mais alto desde que a regra passou a valer, em 2010. Neste ano, segundo lista entregue pelo presidente do TCU (Tribunal de Contas da União), José Múcio Monteiro, ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), estão impedidos de concorrer 7.354 pessoas.

Esse número é inferior apenas ao registrado nas últimas eleições, em 2018. Naquele ano, que teve eleições para os cargos de presidente, governador, senadores e deputados, foram vetadas 8.057 pessoas.

 

Nas eleições municipais de 2016, o número de barrados, segundo o TCU, foi de 7.315. Em 2014, foram 6.819.

O TCU não registra, em sua base de dados, números referentes aos anos de 2010 e 2012 –as primeiras eleições com a lei vigente. No entanto, a Corte, à época, divulgou o número de 6.000 vetados em 2012 e 4.922 em 2010.

Dessa forma, a lista completa conta com mais de 40.000 vetos desde que a lei passou a ser aplicada.


LIMINAR


Os vetados poderão concorrer nas eleições por meio de liminar. Mas, se eleitos, o mandato dependerá de decisão final da Justiça. Os tribunais de contas dos Estados e cidades também mandarão listas até o fim do mês.

O TCU preparou um sistema em que é possível usar o telefone do TCU para checar se qualquer nome está na lista. Basta mandar uma mensagem por WhatsApp neste número: +55 (61) 35272000.

É respondida imediatamente por inteligência artificial.

 

 






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb