POLÍTICA

A responsabilidade de uma vitória pode ir além do que se imagina




O pré-candidato que possui a missão de vencer às eleições, ao lado de seu padrinho político, o deputado Cezar

 
A pressão por uma vitória de Marcos Tonho (PSDB) não recai apenas na continuidade do grupo liderado pela família Cezar à frente do executivo.
 
Uma derrota nas urnas em novembro imediatamente respingará no próprio deputado Cezar, que possui ainda 2 anos pela frente na ALESP. Respinga, pois caso o parlamentar considere buscar um segundo mandato e não ter Santana de Parnaíba como principal reduto eleitoral, suas chances de vitória podem reduzir drasticamente, somados ao distanciamento da família Furlan, que na dobradinha com a deputada Federal Bruna o colocaram como o mais votado daquele município com 15.012 votos, além da ausência de  manobras mais extensas em outros municípios da região.
  
Uma vez fora do “executivo” Parnaibano, e o município passando a ser governado por algum adversário político será inevitável um sufocamento ao nome Cezar em Santana de Parnaíba, e pelo simples motivo de não deixa-los com condições de vencer o pleito de 2024, e para isso as ações em 2022 seriam o começo de tudo.
 
Seguir a segunda metade do mandato sem “o poder que emana do estado”, no caso a máquina pública, regionalmente o deputado poderá ter grandes percalços, e isso pode valer também para, o na ocasião ex-prefeito Elvis.
 
Ambos, em uma situação até inédita, governaram a mesma localidade dentro do período de 4 anos, em decorrência da cassação de um e a interinidade  e posterior vitória na suplementar do outro, ou seja, tanto Cezar quanto Elvis criaram uma questão temporal, a qual os dois vivenciam o auge das suas histórias politicas simultaneamente e poderão findar também da mesma maneira
 
Porém, em outro cenário, o qual Marcos Tonho saia vitorioso, se se levanta a questão sobre como será seu governo, e mesmo 2024. Desde que a reeleição foi aprovada em 1997, o eleitor brasileiro passou a se acostumar e até votar pensando no seu candidato pelos oito anos seguintes, mesmo tendo que ir às urnas para repetir sua escolha depois de 4 anos.
  
Daqui exatos esses anos a previsão é que as eleições estejam em sua reta final, e qual seria o nome dessa situação contínua? Marcos? Cezar? ou Elvis?, Sabendo que os dois últimos estarão aptos para buscar governar pessoalmente Santana de Parnaíba.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |  16/09/2020 - 10h





POLÍTICA  |  15/09/2020 - 18h







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb