POLÍTICA

O protagonismo feminino nas eleições de Santana de Parnaíba




Juliana, Laesa e Rosália. Fotos: (Redes Sociais)

Há quem considera que as eleições deste ano em Santana de Parnaíba seguem a fugir do “convencional”, principalmente por um suposto equilíbrio entre os candidatos que disputarão o executivo. No entanto, um fato não muito surpreendente, mas que foge do convencional é a participação das mulheres. A médica e capitã da polícia militar Juliana Gonçalves (PRTB) vai encarar sua primeira eleição, buscando surpreender e romper o status quo no cenário político do munícipio. Na quinta-feira (3) o prefeito Elvis Cezar (PSDB) anunciou Rosália Dantas como pré-candidata à vice, na chapa encabeçada pelo vereador Marcos Tonho, também do PSDB, e na sexta-feira (4) foi a vez do médico e agora candidato Danilo Ferraresi apresentar sua vice, a professora Laesa Rodrigues (PSC).   O PSD através de seu presidente Silvinho Filho informou que não trabalham com a possibilidade em ter uma mulher como candidata a vice do ex-prefeito Silvinho Peccioli (PSD), e no caso somente se ocorrer uma surpresa. 
 
Contudo, não é a primeira vez que a presença feminina figura na disputa pelo executivo em Santana de Parnaíba. Nas últimas eleições o próprio Silvinho Peccioli, na ocasião pelo DEM, trouxe como sua vice a ex-vereadora Maria Helena. Em 2012 a candidata Rosa Almança do PSOL disputou a eleição obtendo 895 votos, equivalente a 1,61% dos válidos, porém o melhor resultado obtido por uma candidata foi de Doranei Lopes da Silva, quem em 2000 pelo PT disputou a prefeitura com Silvinho Peccioli, e acabou conquistando 1.391 votos, o equivalente a 4,44%.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |  16/09/2020 - 10h





POLÍTICA  |  15/09/2020 - 18h







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb