EDUCAÇÃO

Aulas na capital talvez apenas em 2021




Reprodução.

Segundo noticiado pelo Estadão de hoje, o prefeito Bruno Covas já descartou publicamente a volta das aulas em setembro.

Segundo o jornal, a avaliação de auxiliares do prefeito é a de que o estudo sorológico feito pelo município no início deste mês — mostrando alta taxa de crianças assintomáticas — sugere que a retomada antes da virada do ano seria arriscada.

Rodrigo Garcia (DEM), vice-governador, já afirmou que as prefeituras terão autonomia para decidir se vão ou não acompanhar o cronograma previsto pelo governo local.
 
A resistência de Bruno Covas em reabrir as escolas causou divergência entre auxiliares do prefeito e do governador João Doria (PSDB), que reclamam da falta de alinhamento entre os dois tucanos. Covas tem adotado uma postura mais cautelosa em relação à abertura do que Doria. No Palácio dos Bandeirantes, prevalece a tese que as escolas deveriam reabrir e caberia às famílias definir quem volta ou não.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb