POLÍTICA

Furlan, o desobediente!




Reprodução

O anúncio de retorno das cidades da região oeste à fase laranja caiu de forma indigesta. Contudo, o único prefeito a se se manifestar contrário à decisão do governo estadual foi Rubens Furlan (PSDB), prefeito de Barueri, que através de um vídeo em sua rede social na tarde desta sexta-feira (7) diz que foi surpreendido com a informação.
 
Furlan justificava sua perplexidade, já que segundo ele todas as exigências do governo estadual foram cumpridas rigorosamente. “Estamos abaixo dos índices que eles exigem que tenhamos para permanecer na faixa amarela” e apontou que dos seis itens estabelecidos pelo estado, três deles já habilitariam Barueri a estar na fase verde e garantiu que Barueri permanecerá na fase amarela, através da prorrogação de um decreto municipal, justificando sua autonomia “O STF estabeleceu o seguinte: os estados legislam a respeito disso, e os municípios também tem competência para dizer quais das faixas que ele está” – e acentuou que não tomará nenhuma decisão em desacordo do que foi estabelecido pelo estado, e tranquilizou os comerciantes.
 
Em levantamento realizado pelo jornal O Anhanguera compreendendo o período de permanência de 28 dias na faixa amarela, entre 13 de julho e 6 de agosto, aponta que Barueri apresentou os percentuais mais baixos quando comparados com os vizinhos. Em casos confirmados houve um aumento de 11,7%, enquanto Osasco chegou a 49,44%, em óbitos Barueri registrou no período 10% de crescimento, já em Santana de Parnaíba o percentual alcançou 52,8%.   





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb