POLÍTICA

Exclusivo: Santana de Parnaíba melhora no IGM-CFA




Arte: (Leandro Daher)

Santana de Parnaíba apresentou melhora no Índice de Governança Municipal, do Conselho Nacional de Administração – IGM-CFA 2020. O Jornal O Anhanguera obteve acesso ao estudo, já que a pesquisa de 2020 será liberada apenas na próxima quarta-feira (12).   
  
De acordo com os dados, Parnaíba obteve crescimento nas 3 dimensões (Finança, Gestão e Desempenho) que compõem o IGM, e ganhou uma posição em seu grupo, com população acima de 100 mil habitantes, e PIB Per Capita acima de 28.636, saindo da 65° posição para a 64° quando comparado com a última edição, publicada em 2018.
 
 
Na dimensão de Desempenho que compreende Educação, Saúde, Saneamento e Meio Ambiente, Vulnerabilidade Social e Segurança, a cidade obteve o melhor índice dos últimos 4 anos, saindo de 7,22 em 2017 para 7,54 em 2020, sendo a Segurança com o melhor resultado 9,78, após ter obtido em 2019 8,91. A Educação também apresentou números melhores em comparativo com os anos anteriores, chegando a 9,01 na edição de 2020. Já a saúde, é uma das que apresenta  um dos menores desempenhos, 6,93, figurando atrás apenas  de Saneamento e Meio Ambiente. 
  
No indicador de Gestão, o município também apresentou crescimento, com aumento registrado em colaborares que saiu de 2,45 em 2019 para 3,52 em 2020, quanto à transparência, se manteve estável nas duas edições, porém, em planejamento houve uma queda de 3,28 para 2,82. 
 
Em finanças apenas o indicador fiscal apontou crescimento, indo de 8,53 em 2019 para 10,00 em 2020. Investimento per Capita (educação e saúde) recuou e apresentou o menor desde 2017, situação um pouco parecida com o Equilíbrio Previdenciário que registrou 7,22 o também menor desde 2017 .

Quanto aos investimentos per capita em educação, os valores superaram o dobro da meta estabelecida, contudo, em saúde ficou abaixo.
 
 
Para a edição desde ano foi usada uma nova metodologia com separação por clusters para agrupar e tornar o diagnóstico dos dados mais reais, levando em consideração os valores ou pontos fora da curva que são aqueles dados que diferem de forma acentuada em relação ao grupo, além da inclusão de novas atualizações, como o acréscimo dos indicadores de Saneamento e Meio Ambiente e Vulnerabilidade Social e das variáveis: Taxa de Cobertura de Creche; Ideb 9° ano; Mortes no Trânsito e Tratamento de Esgoto. Com isso a equipe responsável pelo estudo teve que refazer a análise dos anos anteriores para incluir novas atualizações, sendo que a versão disponível no site é antiga, e os novos dados só estarão liberados no dia 12 de agosto.






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb