EDUCAÇÃO

Entidades ligadas aos professores criticam postura da SME de Santana de Parnaíba




Reprodução.

A Federação Estadual dos Trabalhadores em Educação do Estado de São Paulo, FETE-SP e o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo – APEOESP, sub-sede de Carapicuíba, duas das principais entidades ligadas à educação no estado se manifestaram contrárias às ações adotadas pela Secretaria de Educação de Santana de Parnaíba quanto ao cumprimento de isolamento, praticamente revogado ao determinar o retorno dos profissionais da educação nessa segunda-feira (3). De acordo com a nota, o secretário da pasta Clecius Romagnoli “sob orientação do prefeito Elvis Cezar (PSDB) há algum tempo vem coagindo e amedrontando servidores e, principalmente, professores da rede municipal de Educação que ousam criticar a decisão da prefeitura em não decretar a quarentena na cidade e, muito menos, incentivar o isolamento social e o uso de proteção individual como recomenda todas as organizações médico-sanitárias” esclarece. 
 
Ainda, segundo a entidade ,professores que foram infectados pela Covid-19 fizeram denúncias à Subsede da APEOESP de Carapicuíba, e que profissionais da educação estão sendo obrigados a entregar refeições aos alunos, através de marmitex, que segundo a própria prefeitura já ultrapassou 1 milhão de unidade. 

Diante do cenário, a pópria APEOESP entrou com uma ação civil na 4° Vara Judicial de Santana de Parnaíba, no dia 8 de junho, mas até o momento não houve qualquer manifestação por parte da justiça.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



EDUCAÇÃO  |  20/09/2020 - 18h





EDUCAÇÃO  |  20/09/2020 - 12h







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb