CENÁRIO URBANO

Veneno de rato é encontrado nas marmitas entregues aos moradores de rua em Itapevi.




Reprodução

As investigações do caso dos moradores de rua de Itapevi que foram a óbito depois de comerem uma marmita deu mais um passo para ser solucionado.

O delegado Aloysio Mendonça Neto confirmou nesta quinta-feira (30) que o laudo do Instituto Médico Legal (IML) encontrou "terbufos, um componente altamente tóxico, usado na fabricação do famoso 'chumbinho'" em algumas marmitas e no estômago do cão.
 
As vítimas tiveram dor de barriga e espumaram pela boca após comerem as marmitas, segundo duas testemunhas do caso. A polícia procura saber quem colocou veneno nas comidas, já que, aparentemente, elas não estavam contaminadas quando foram entregues.
 
Em seus depoimentos, voluntários disseram à polícia que eles mesmos e até seus próprios familiares chegaram a comer depois as mesmas marmitas produzidas que tinham sido entregues no posto e não passaram mal.
 
Além dos dois moradores de rua mortos, o cachorro que estava com eles também morreu após comer a comida da marmita.
 
 
 
 





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



CENÁRIO URBANO  |  26/10/2020 - 11h





CENÁRIO URBANO  |  26/10/2020 - 09h


CENÁRIO URBANO  |  21/10/2020 - 11h







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb