SAÚDE

Vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan e empresa chinesa entra na fase 3.




Reprodução.

 A empresa chinesa Sinovac e o Instituto Butantan receberam  da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) o aval de autorização para iniciarem a fase 3 de testes da vacina contra o novo coronavírus. A vacina, chamada de CoronaVac obteve bons resultados nas 2 fases iniciais e agora vai ser administrada a um número maior de pessoas.
 
O governador de São Paulo, João Doria, anunciou que 12 centros de pesquisa vão realizar os testes. Ao todo, seis estados brasileiros participam: Distrito Federal, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo e Minas Gerais, com isso serão 9000 voluntários selecionados. Parte deles vai receber a vacina, o restante, um placebo, uma substância sem efeito. Com isso, é possível verificar se existe estímulo à produção de anticorpos para proteção contra o vírus.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






SAÚDE  |  11/08/2020 - 10h







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb