SAÚDE

Brasil tem queda de contágio.




Viaduto do Chá. Foto:(ROVENA ROSA/AGÊNCIA BRASIL)

A taxa de contágio do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil registrou queda pela terceira semana seguida, segundo cálculos do Imperial College, uma das principais instituições globais de pesquisa de epidemias. Embora o índice tenha melhorado novamente, o Brasil ainda possui taxa acima de 1, o que indica que a transmissão continua fora de controle.
 A taxa, também chamada de Rt, mostra para quantas pessoas na média cada infectado com a Covid-19 transmite o patógeno.

Nesta semana, a taxa registrada no Brasil foi de 1,05, isto é, cada 100 pessoas contaminadas transmitem o vírus para outras 105, que, por sua vez, transmitem para 110,25 e assim por diante, fazendo com que a doença se espalhe em velocidade progressiva no país.

Na semana passada, a taxa calculada para o país era de 1,08. A maior foi registrada no final de abril, quando chegou a 2,8. Esta é a oitava semana seguida em que o Brasil registra transmissão fora de controle.

A taxa de contágio brasileira é a 27ª maior entre os 51 países acompanhados. São considerados com transmissão ativa outros cinco países da América do Sul, todos com taxas mais altas que o Brasil: Bolívia e Peru (1,36), Argentina (1,29), Chile (1,12) e Colômbia (1,1).

De 24 países com transmissão fora de controle no começo de maio, outros 15, além do Brasil, continuam nessa situação. Entre esses, o país tem o terceiro número mais baixo.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb