ECONOMIA

IBGE divulga que devido a pandemia o desemprego aumentou em 10% no mês de maio.




Foto: (Marcelo Casal Jr.)

O número de desempregados cresceu mais de 10% somente em maio deste ano, aponta estimativa divulgada nesta terça-feira (16/06) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o levantamento, o país tinha 9,8 milhões de pessoas desocupadas na primeira semana de maio. Já no dia 30 desse mesmo mês, 10,9 mihões de pessoas estavam desempregadas.
 
Além disso, 17,7 milhões de pessoas não procuraram emprego na última semana de maio por causa da pandemia de Covid-19 ou por falta de oportunidade na região em que vivem.

A pandemia de covid-19 restringiu o acesso de 28,5 milhões de pessoas ao mercado de trabalho. É o que mostra pesquisa divulgada nesta 3ª feira (16.jun.2020) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Os dados fazem parte da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua) Covid. 
 
Em maio, o IBGE estima que 84,4 milhões de pessoas estavam ocupadas no país, embora 169,9 milhões estivessem em idade para trabalhar. Isso significa que menos da metade (49,5%) estava trabalhando no mês passado.

Entre essas pessoas ocupadas, 14,6 milhões estavam temporariamente afastadas do trabalho devido ao isolamento social ou férias coletivas, o que representava 17,2% do total de empregados.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb