POLÍTICA

Os dissabores de uma escolha




Da esq. para dir. Adalto Pessoa, Gino Mariano, Marcos Tonho e Ronaldo Santos. Arte:(Leandro Daher/OA)

A confirmação da saída de 4 secretários da administração do prefeito Elvis Cezar (PSDB), tem suscitado questionamentos no cenário político, sobre de quem seriam os nomes para compor a chapa de prefeito e vice nas eleições deste ano.

E essas saídas pode servir de sinalização quanto à escolha pessoal do prefeito à pessoas tidas como ‘técnicas’, sem ao menos ter tido experiência legislativa, algo que decididamente contraria a posição do grupo e até mesmo do próprio Deputado Estadual Cezar (PSDB).

 
Atualmente o PSDB possui 4 parlamentares (Adalto Pessoa, Gino Mariano, Marcos Tonho e Ronaldo Santos) na Câmara Municipal, com exceção do primeiro, os outros três já passaram pelo clivo de mais de um mandato, e naturalmente teriam seus nomes figurando na chapa.

Mas caso, os sinais até agora expostos levem aos ‘candidatos técnicos’, será a primeira em vez em décadas que uma chapa da situação não possua ‘políticos’ sem que tenham exercido mandatos no Legislativo.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |  15/10/2020 - 16h





POLÍTICA  |  15/10/2020 - 11h


POLÍTICA  |  12/10/2020 - 09h







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb